Farmacêutico de MG participa de campanha que vacinou mais de 700 idosos

O município mineiro de Capitão Andrade, que fica a 352 Km de Belo Horizonte, é uma das cidades que ultrapassou a meta de vacinação contra gripe em idosos no Brasil. Dos 727 idosos previstos para serem vacinados, os profissionais vacinaram 746, representando 102,6% de imunizados. Os profissionais imunizaram idosos da zona rutal e urbana, durante a campanha que durou 9 dias (de 24 de março a 2 de abril).

A campanha contou com o esforço de vários profissionais da saúde, dentre eles, o farmacêutico Wanderson da Silva, que participou a convite do gestor de saúde e coordenador de epidemiologia do município. “Fomos muito bem recebidos pela população, os munícipes de Capitão Andrade são pessoas muito acolhedoras”, conta. A campanha contou com 3 equipes de 5 profissionais, as quais tinham farmacêutico, enfermeiros, técnicos de enfermagem, motoristas, agentes comunitários de saúde, assistente social, psicóloga e auxiliares administrativos.

Servidores realizaram a divulgação da campanha de porta a porta, visitaram todas as residências, distribuíram panfletos e orientaram moradores sobre o Coronavírus. Tal iniciativa foi fundamental para o êxito da campanha, de acordo com Wanderson.

Ser farmacêutico e agente de saúde neste momento exige um esforço e trabalhos contínuos. “Como farmacêutico, me sinto muito orgulhoso. Somar meus conhecimentos a uma equipe de saúde, fornecer apoio técnico, colocar em prática aquilo que fui capacitado durante minha formação, é poder atuar realmente como farmacêutico profissional de saúde. É gratificante ser visto com outros olhares pela população, principalmente não apenas como o profissional que detém conhecimento do medicamento, mas sim como aquele que também é cuidador, e que tem atribuições clínicas que vão muito além da dispensação por trás de um balcão de farmácia”, comemora.

Wanderson, além de farmacêutico generalista, é aluno da Especialização em Saúde Estética e Cosmética, oferecida pela Faculdade Cathedral, em parceria com o IBras. Como profissional da saúde, ele acredita que a saúde pública tem muitas portas abertas para o farmacêuticos. “Este trabalho que realizei é só um exemplo, das muitas outras capacidades/atribuições que um farmacêutico tem para contribuir para uma equipe e ou para com a saúde em geral”, explica.

Sobre o farmacêutico agregar uma equipe multiprofissional: “Aconselho sempre meus colegas a divulgarem seus trabalhos, mostrar o quanto podemos agregar numa equipe multiprofissional, seja ela na saúde pública ou privada, isso é uma forma de nos inserimos mais na sociedade e de sermos mais valorizados também”, completa.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil já superou a meta e vacinou 90,66% de idosos contra a gripe. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe segue até 22 de maio e a meta é vacinar, pelo menos, 90% de demais grupos de risco.

 

Fotos: arquivo pessoal.

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *