Farmacêutica ressalta importância da farmácia clínica na atenção básica

Nayanne atua no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Murici/AL

Ser farmacêutica clínica rendeu bons frutos no campo acadêmico e  profissional para Nayanne Lara de Lima. Atuante na área de saúde mental, do município de Murici/AL, ela relata a importância da assistência farmacêutica na atenção básica. Nayanne é farmacêutica há quatro anos e especialista em saúde mental, especialista em farmácia clínica e pós-graduanda em farmácia hospitalar.

Na última semana, a farmacêutica teve seu artigo aceito no I Congresso Norte-Nordeste de Saúde Pública. O trabalho é fruto do TCC da especialização oferecida pela Faculdade Cathedral, em parceria com o IBras. “Ressalto a importância do incentivo dos docentes da instituição na produção de trabalhos e em publicações de trabalhos científicos; a pós me ajudou bastante no meu dia a dia de trabalho, me proporcionou conhecimentos práticos e científicos”, afirma.

Nayanne atua no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Murici. Durante a pandemia, ela realiza o atendimento de forma individual, na instituição e em visitas domiciliares, seguindo todos os critérios de proteção, para garantir que o usuário continue com o acompanhamento farmacoterapêutico.

A orientação é voltada diretamente para o paciente e sua farmacoterapia e também por atividades terapêuticas, visando a orientação coletiva dos usuários e familiares. “O farmacêutico clínico tem um papel fundamental na saúde mental, onde realiza ações e orientações ao usuário com transtorno mental, seus familiares ou cuidadores a respeito dos psicofármacos, tendo a política Nacional de Assistência Farmacêutica (PNAF) como um dos pilares no tratamento deste usuário”, explica. A PNAF compreende um conjunto de ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde, tanto individual como coletiva e coloca o medicamento como insumo essencial.

Em 2019, Nayanne participou da capacitação em assistência farmacêutica para profissionais do SUS, no centro de simulação realística do Albert Einstein.

Seu artigo acadêmico também aborda a importância da assistência farmacêutica na atenção básica. Por meio da revisão de literatura, qualitativa e narrativa da farmácia clínica, Nayanne observou que boa parte dos municípios brasileiros sofre com o desabastecimento de medicamentos essenciais para a população. “A assistência farmacêutica é caracterizada por não ser estritamente o serviço de distribuição e/ou entrega de medicamentos e sim a compreensão de um conjunto de procedimentos que são essenciais para a promoção, prevenção e recuperação da saúde”, explica.

A farmacêutica ressalta que o profissional possui papel crucial nesta assistência, assegurando que ele é o único profissional da equipe de saúde que possui a sua formação técnica-cientifica com fundamentação na articulação de conhecimentos. “O farmacêutico exerce um papel fundamental na saúde pública, prestando um serviço de qualidade à população. É um profissional aliado às informações sobre o uso adequado e segurança do paciente na utilização de medicamentos”, completa.

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *