Farmacêutica cearense relata rotina de cuidados clínicos durante a pandemia

Como é ser farmacêutica em uma das maiores redes de farmácias do país durante uma pandemia? Mayara Saldanha trabalha em uma rede de farmácias em Fortaleza e sabe exatamente como é. A atuação farmacêutica, assim como de outros profissionais da saúde, é fundamental para a população neste momento, e realizar um trabalho com responsabilidade faz toda a diferença.

Os dias de Mayara têm sido intensos. O estado do Ceará já registra mais 36 mil casos confirmados até o momento e as farmácias também se preparam para receber pacientes com sintomas da doença. Durante o horário de trabalho, Mayara realiza orientação sobre os cuidados básicos de prevenção da COVID-19, consulta farmacêutica e orientação, além de prescrição farmacêutica de fortalecedores da imunidade.

A dinâmica de trabalho dentro do estabelecimento também mudou. “Na loja em que eu trabalho atendo muitos clientes turistas, e muitas vezes com sintomas da COVID-19, o atendimento dentro do consultório ficou suspenso devido ao risco que nós corríamos dentro da sala fechada com os clientes”, explica. A farmacêutica conta que, pelas pessoas muitas vezes não cumprirem as etiquetas de higiene, os atendimentos ocorrem no balcão, seguindo todas as orientações de segurança. “Fizemos marcações para evitar que o cliente fique muito perto e cumpra distância necessária, oferecemos álcool em gel, orientamos toda a equipe com os cuidados na hora dos atendimentos”, ressalta. Clientes que não querem entrar na loja também podem contar com atendimento pelo drive thru.

A mudança não ocorreu somente na relação com os clientes. Todos os colaboradores, antes de iniciar a jornada de trabalho, lavam as mãos e realizam anamnese (como verificar de estão com coriza, febre ou tossindo). Todo o cuidado com funcionários é realizado pelos farmacêuticos. As modificações também ocorreram nas dispensações e adaptação às novas portarias e RDC’s. Os farmacêuticos, agora, contam com o trabalho do Memed, para realizar prescrição digital.

Mayara realiza a Pós-Graduação em Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos, oferecida pela Faculdade Cathedral, em parceria com o IBras e Abrafarma. De acordo com ela, a Pós a auxilia na realização do trabalho: “O curso me ajuda muito por oferecer visão da clínica farmacêutica, que me deu suporte para orientar os pacientes que procuram atendimento todos os dias, seja para prescrever algum MIP, cuidados paliativos ou encaminhar ao atendimento médico”.

Mesmo com a necessidade de ter que trabalhar em um momento delicado para a saúde, Mayara acredita que este momento é importante para a população conhecer melhor o papel do farmacêutico. “O profissional pode educar a população com medidas preventivas, orientar e encaminhar em casos mais graves, fazendo essa triagem e auxiliando o atendimento de saúde como um todo, evitando que as pessoas procurem atendimento hospitalar sem necessidade”, completa.

Conheça a Pós-Graduação em Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos: http://ibras.com.br/cursos/farmacia-clinica-e-servicos-farmaceuticos/

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *