Empreender em Saúde Estética gera lucro para o farmacêutico

  • 1543348124724090
  • 1543348124724090

Mesmo com uma carreira já consolidada na área farmacêutica, Ana Paula Alves resolveu inovar. Após se deparar com as resoluções que permitiam o farmacêutico atuar na saúde estética, ela vislumbrou um campo de atuação promissor e investiu em capacitação no setor. Farmacêutica clínica desde 2007, ela atualmente aposta na estética como forma de aplicar conhecimentos clínicos, além de trabalhar com a beleza, saúde e bem-estar.

O mesmo cenário se repete entre farmacêuticos de todo Brasil. Em busca de explorar as potencialidades da profissão e faturar no ramo, a farmácia estética recebe novos profissionais prontos para atuar na área. E não é para menos, pois o cenário econômico é favorável. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o mercado nacional de estética cresceu 20% na última década.

A maré boa, aliada à possibilidade de triplicar a renda, além de poder gerenciar o seu próprio negócio enche os olhos do farmacêutico que está cansado de ficar atrás do balcão de uma farmácia/drogaria. Mas é preciso ficar atento(a) aos desafios que o setor exige. “O sucesso depende de cada um, na estética temos algumas condições mais favoráveis, principalmente para aqueles que têm espírito empreendedor; é possível iniciar com um investimento relativamente baixo, trabalhando sem contratação de mão de obra de terceiros e até mesmo sem uma infraestrutura física fixa”, explica Ana.

Atualmente, a farmacêutica esteta atende em sua própria clínica estética em Belo Horizonte, ao lado de um consultório médico. Os procedimentos que ela oferece vão desde limpeza e cuidados da pele, como peeling, hidratação, microagulhamento, até procedimentos injetáveis, como toxina botulínica, preenchedores e intradermoterapia. Ela também trabalha com depilação a laser e led/laserterapia de baixa potência para diversas finalidades.

“O seguimento da estética é extremamente rentável mesmo ainda sendo algo novo; não tenho dúvidas que através de especialização e desenvolvimento de  um trabalho sério, a probabilidade do farmacêutico esteta ganhar mais do que se estivesse trabalhando em uma farmácia é maior”, afirma a farmacêutica, professora e empreendedora em saúde estética, Cláudia Torquato.

Ainda de acordo com a professora, os desafios do farmacêutico esteta para abrir uma clínica são inerentes a qualquer empreendedor que deseja abrir o seu próprio negócio. “Acredito que o farmacêutico também deve se especializar em de administração e marketing, pois é preciso entender sobre política de precificação de serviços e entender que um negócio sem vendas não existe”, adverte.

 

Base para o bom desenvolvimento do trabalho 

O  farmacêutico sai na frente, comparado a outros profissionais que trabalham na área. “Somos  acostumados a trabalhar com processos padronizados; se levar esta cultura que nós temos para a área da estética, a gente tem condições de desenvolver um negócio com mais facilidade do que outros profissionais da área da saúde”, explica Cláudia. A Resolução CFF nº 573/13  informa que farmacêuticos atuam e desenvolvem ações e serviços de saúde, de maneira interdisciplinar e participativa, como tratamento de disfunções metabólicas, dermatológicas e fisiológicas, e por isso têm amplo conhecimento e aptidão dentro do ramo. 

No momento de empreender, Ana Paula também conseguiu aplicar todos os conhecimentos que adquiriu desde o início da carreira. “O farmacêutico é um dos poucos profissionais que podem e devem aliar todo seu conhecimento técnico da biologia, química, física, fisiologia e patologia, aplicando os mesmos de forma humanística durante a consulta clínica, para realizar uma excelente anamnese baseada nas aptidões desenvolvidas no âmbito da farmácia estética”, destaca.

Embora o farmacêutico tenha todos os conhecimentos de anatomia, fisiologia, bioquímica e fármacos, é necessário o estudo focado nas disfunções estéticas, e uma pós-graduação é essencial neste sentido.  O Art. 2º da Res. CFF 616/15 exige que o farmacêutico deve ser egresso de programa de pós-graduação Lato Sensu reconhecido pelo Ministério da Educação, na área de saúde estética.

A professora Cláudia Torquato ressalta que buscar uma especialização na área que traga uma boa base é essencial para poder ingressar no ramo. “É importante verificar  a capacitação dos profissionais que estarão dando as aulas, com experiências práticas para compartilhar, porque a gente sabe que a partir do momento que vamos ingressar na saúde estética, precisamos ter uma boa base prática e não somente teórica”, salienta.

Ana Paula explica que a pós-graduação em Saúde Estética e Cosmética, oferecida pela Faculdade Cathedral em parceria com o IBras,  foi essencial para a sua atuação com segurança e dentro dos limites legais da profissão. “O IBras é uma instituição sólida, de tradição na área da educação, voltada principalmente para o profissional farmacêutico e que tem uma preocupação extrema com a qualidade dos cursos oferecidos; pude perceber que o corpo docente da instituição é muito qualificado e composto por profissionais que realmente vivem a estética no dia a dia; isso é muito importante”, completa.

O IBras está com matrículas abertas para a Pós-Graduação em Saúde Estética e Cosmética na cidades de Teresina, Itabuna, Vitória da Conquista, Salvador, Belo Horizonte, Natal e Curitiba. Possui 80% das disciplinas presenciais com práticas que habilitam o profissional para o exercício de estética avançada, tanto facial como corporal, compreendendo habilidades em Avaliação, Semiologia, Cosmetoterapia, Eletroterapias, Peelings, Aplicação de Toxina Botulínica, Preenchimentos Dérmicos, Criolipólise, Intradermoterapia, Agulhamento e Microagulhamento, Carboxiterapia, Fio Lifting, Laserterapia dentre outros procedimentos. Conheça e matricule-se: https://ibras.com.br/cursos/saude-estetica-e-cosmetica/

 

Veja os desafios de abrir a própria clínica estética com o professor Thiago Pigozzo e inscreva-se no nosso canal!

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *