Com carreira consolidada na docência, farmacêutica investe em saúde estética

O brasileiro está em busca, cada vez mais, por beleza. A procura por procedimentos estéticos também cresce consequentemente. Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia apontam que jovens com menos de 30 anos foram responsáveis por 30% de todos os procedimentos estéticos do Brasil, no último ano.

A demanda por profissionais capacitados para atuar na área exige cursos complementares, para que seja possível atender aos pacientes. Desde a Resolução CFF nº 573/13, a qual regulamenta a atuação do farmacêutico no âmbito da saúde estética, a possibilidade de alavancar a carreira e explorar as possibilidades da profissão chamou a atenção dos farmacêuticos.

Ana Paula Mariano é uma das farmacêuticas que está estudando para ampliar a atuação neste ramo. Professora concursada da Universidade Estadual de Santa Cruz, ela já atuou na área de análises clínicas e saúde pública. Ana também já teve um laboratório durante um período de 10 anos. Após terminar o mestrado e doutorado e dar aulas por anos em faculdades particulares, ela decidiu cursar a Pós-Graduação em Saúde Estética e Cosmética, oferecida pela Faculdade Cathedral em parceria com o IBras. A Pós é reconhecida pelo MEC, com duração de 14 meses e 80% das disciplinas presenciais com aulas práticas em estética avançada facial, corporal e capilar.

A saúde estética chamou a atenção da farmacêutica por dois enfoques. “O primeiro é porque a área está crescendo e hoje em dia as pessoas têm se preocupado bastante com cuidados estéticos, qualidade de vida, principalmente na questão da autoestima”, explica. O segundo fator é o acadêmico: “Me encanta o efeito que os procedimentos surtem no paciente; agora, quando eu estiver na universidade, na medida em que me graduo, poderei apresentar esta área aos meus alunos e favorecer aos que queiram partir para este campo”.

O primeiro contato que Ana Paula teve com a Pós do IBras/Cathedral foi em um curso de atualização em peelings químicos, que o IBras realizou na Bahia. “O professor citou que uma turma em saúde estética poderia abrir no estado e todos os alunos presentes ficaram muito interessados”, conta. A importância por escolher uma instituição que já está consolidada no mercado foi o que pesou na escolha. “Houve uma propaganda do mesmo curso por outra instituição, mas devido a minha experiencia na área acadêmica, eu fui pesquisar o corpo docente, o currículo lattes dos professores, quais as disciplinas iriam ser ministradas e assim optei por realizar a pós com o IBras; e não me arrependo”, informa a farmacêutica.

A qualidade do corpo docente foi uma das características que Ana Paula ressalta da Pós. “É bastante enriquecedor estudar em uma instituição que se preocupa em passar todos os conteúdos necessários para a atuação do farmacêutico na área de estética. Além disso, as aulas são ministradas por profissionais que têm domínio tanto teórico quanto prático. Eles sabem passar o conteúdo, têm uma boa didática e vêm com uma bagagem muito grande de experiências. Eu recomendo e estou gostando muito do conhecimento que tenho adquirido na pós-graduação do IBras”, completa.

O IBras está com matrículas abertas para a Pós-Graduação em Saúde Estética nas cidades de Teresina, Salvador, Rio Verde/GO, Curitiba, Natal, Vitória da Conquista, Itabuna e Belo Horizonte. Conheça: https://ibras.com.br/cursos/saude-estetica-e-cosmetica/

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *