Cosméticos X Dermocosméticos: Entenda a Diferença

As estatísticas apontam que nos últimos anos o mercado de cosméticos tem crescido consideravelmente no Brasil. Esse crescimento até 2018 foi de 10 milhões de dólares neste setor, além disso, neste mesmo ano, a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), constatou que o Brasil é o quarto colocado dentre os países que possuem maior mercado no ramo estético, ficando atrás dos Estados Unidos, China e Japão.

Verificou-se um crescimento na procura por produtos denominados de dermocosméticos. Diante disto, surge o questionamento: Qual a diferença entre cosméticos e dermocosméticos?

Para profissionais da área farmacêutica também é importante abordar este tema pois, esclarece as dúvidas no que diz respeito as Boas Práticas de Fabricação de Cosméticos.

Dermocosméticos

Os dermocosméticos são produtos utilizados para o cuidado da pele. Estes produtos possuem ativos e substâncias com finalidade farmacológica (substâncias com propriedades medicinais) que agem nas partes mais profundas da pele, produzindo uma ação terapêutica “de dentro para fora”, por isso são utilizados em tratamentos dermatológicos como por exemplo: acne, rugas, celulites, hidratação entre outros.

Além disto, os dermocosméticos são produtos que não possuem corantes, fragrâncias e são não-comedogênicos, ou seja, não possuem aditivos em sua formulação capazes de obstruir os poros da pele, alguns são produzidos com águas termais.

De acordo com a Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA), esses produtos são classificados como Classe 2, isto significa que para um produto dermocosmético ser registrado e aprovado pela ANVISA ele precisa apresentar testes e pesquisas que comprovem a segurança e eficácia de sua formulação.

E os Cosméticos?

Os cosméticos são produtos que agem nas camadas mais superficiais da pele, promovendo um efeito mais rápido e modesto. Os cosméticos podem ajudar a reduzir ou disfarçar manchas ou acnes, enquanto os dermocosméticos se propõem a resolver o problema em si.

Os cosméticos possuem formulações variadas e substâncias diversas em sua composição, e não precisam de comprovação científica. Além disso esses produtos são fabricados visando a velocidade de sua entrega, mas também precisam apresentar qualidade na sua produção.

 

Especialização em Saúde Estética e Cosmética

A Pós em Saúde Estética e Cosmética, oferecida pela Faculdade Cathedral e Faculdade FACEC, em parceria com o IBras, tem tudo o que o profissional da saúde precisa para empreender na área da saúde, beleza e bem-estar.

O curso dispõe de diversos módulos dentre eles a disciplina de Prescrição Estética, onde os alunos aprenderão sobre os aspectos legais da prescrição de cosméticos e dermocosméticos além de se qualificarem para realizar prescrições de ativos utilizados nas disfunções estéticas mais recorrentes.

Para mais informações sobre a Especialização em Saúde e Cosmética consulte o site oficial:
http://ibras.com.br/cursos/saude-estetica-e-cosmetica-2/

 

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *